Últimas Notícias

Patrimônio em chamas

Leopoldina perdeu esta semana um de seus poucos tesouros históricos. Um incêndio destruiu grande parte do casarão que abrigava a Prefeitura Municipal. O prédio, de 112 anos, construído no final ... Leia Mais »

História do Uma certa Aracy (viúva de Guimarães Rosa)

Eles se conheceram em Hamburgo, na Alemanha, às vésperas da Segunda Guerra Mundial. Ele, menino pobre, viu na carreira diplomática uma maneira de conhecer o mundo. Em 1934, prestou o ... Leia Mais »

Português: VÍRGULA – COMO

“Presidente socialista é lembrado em todo o mundo, como um ícone da esquerda.” Nessa frase, o uso da vírgula está correto? Não. Em geral, usa-se vírgula antes de “como” quando ... Leia Mais »

Português: CONCORDÂNCIA: INFRAVERMELHO e ULTRAVIOLETA

As palavras formadas por prefixo + adjetivo variam em gênero e número. É o caso de “infravermelho” (infra: prefixo; vermelho: adjetivo). Portanto, “radiação infravermelha”, “lentes infravermelhas”, “óculos especiais infravermelhos”. A ... Leia Mais »

Português: REGÊNCIA: PROLIFERAR

O verbo “proliferar” não é pronominal, ou seja, não se conjuga acompanhado de pronome. Exemplo: “Filmes baixados ilegalmente pela internet proliferam tanto quanto a música ilegal on-line”. Leia Mais »

Português: O BACANAL DE HERODES ou A BACANAL DE HERODES?

“Bacanal” é palavra feminina. Portanto, “a bacanal de Herodes”. Leia Mais »

Português: MAIÚSCULA ou MINÚSCULA: CITAÇÕES

As citações depois de dois-pontos começam com inicial maiúscula. Exemplo: “E Carola continuava a relatar o passeio: ‘E lá estávamos nós quatro no Ibirapuera naquela tarde de julho. O sol ... Leia Mais »

Português: CORINGA ou CURINGA?

CORINGA é pequena embarcação ou pessoa feia e raquítica. CURINGA é carta de baralho e pessoa versátil capaz de desempenhar várias atividades. Exemplo: “Nelson Jobim é um dos curingas do ... Leia Mais »

Português: PÁRAM ou PARAM?

O certo é “param”, sem acento.  E atenção! Pelas novas regras, o acento de “pára”, terceira pessoa do presente do verbo “parar”, caiu e agora se escreve “para”. Leia Mais »

Português: VOTAÇÃO SE ESTENDEU MADRUGADA A DENTRO ou ADENTRO?

O advérbio “adentro”, oposto de “afora”, é usado em frases como “Penetrou mata adentro”, “A aula prosseguiu noite adentro”, “Votação na Câmara se estendeu madrugada adentro”. Leia Mais »